Acompanhe

Justiça condena réu por homicídio qualificado em Simplício Mendes

Réu foi condenado a 17 anos de prisão
Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Telegram

Julgamento de réu em Simplício Mendes

Julgamento de réu em Simplício Mendes Foto: Divulgação

O Ministério Público do Piauí, por meio da Promotoria de Justiça de Simplício Mendes, obteve a condenação na última sexta-feira (12) de Gilson José de Carvalho por homicídio duplamente qualificado, praticado contra Rafael de Sousa Santos, por motivo fútil e pelo uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima.

De acordo com o Ministério Público do Piauí, em um clube localizado na localidade Salinas, zona rural de Campinas do Piauí, o réu disparou quatro tiros contra Rafael Santos. Os tiros o atingiram nas costas. A vítima foi encaminhada para o Hospital Getúlio Vargas, em Teresina, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O Conselho de sentença informou que acatou a tese apresentada pelo Ministério Público e condenou Gilson Carvalho a 17 anos e 3 meses de reclusão. Atuou como representante do Ministério Público Estadual, o promotor de Justiça Sebastião Jackson Santos Borges.

Com informações do MPPI

Dê sua opinião: