Acompanhe

Ex-tenente do Exército é condenado a 37 anos de prisão pela morte da estudante Iarla Lima

Ex-tenente acompanhou julgamento por videoconferência em Recife
Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Telegram

Ex-tenente foi condenado a 37 anos de prisão

Ex-tenente foi condenado a 37 anos de prisão Foto: Reprodução

O ex-tenente do Exército Brasileiro, José Ricardo da Silva Neto, foi condenado nesta quarta-feira (24) pelo Tribunal do Júri Popular a 37 anos e 4 meses de cadeia pelo crime de feminicídio contra a namorada, a estudante Iarla Lima Barbosa. O julgamento foi presidido pelo juiz Antônio Reis de Jesus Noleto.

José Ricardo da Silva Neto participou do julgamento através de uma videoconferência direto de Recife (PE), onde mora atualmente.

Familiares e amigos de Iarla Barbosa Lima realizaram manifestações e cobraram a condenação do acusado de matar a jovem.

O crime
José Ricardo foi julgado pelos crimes de homicídio consumado triplamente qualificado, por motivo fútil e feminicídio contra Iarla Lima e por duplo homicídio tentado qualificado contra a irmã da vítima, Ilana Lima Barbosa, e uma amiga, Josiane Mesquita da Silva. O crime aconteceu no dia 19 de junho e 2017, na zona Leste de Teresina.

Da Redação

Dê sua opinião: