Polícia Civil prende PM acusado de invadir casa de empresário em Teresina

Policial foi reconhecido por causa de tatugem
Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Telegram

Soldado Jean Carlos

Soldado Jean Carlos Foto: Reprodução/montagem

A Polícia Civil do Piauí, por meio do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), fez a prisão do soldado da Polícia Militar identificado como Jean Carlos Nunes Carneiro Júnior, acusado de invadir a casa do empresário José Abel Modesto Paes Landim na última sexta-feira, 12 de fevereiro.

De acordo com a Polícia Civil, policial fazia parte da quadrilha da digital influencer Roani Sampaio, que foi presa no dia do crime junto com o namorado. Hoje o GRECO realizou a prisão do soldado junto com um outro suspeito, não identificado. O soldado Jean estaria envolvido no caso após a investigação identificá-lo por conta da sua tatuagem no braço.

O delegado Tales Gomes, coordenador do Greco, informou que um terceiro suspeito também foi preso, sendo um empresário do ramo de sucatas de Teresina, identificado como Thiago Ruan, que foi detido na cidade de Buriti dos Lopes.

“As investigações formalizaram elementos contra essas pessoas, bem como conseguiram esclarecer a participação de cada um nessa ação criminosa. Sua investigação se encerra. Todas as pessoas que participaram deste crime estão presas estão presas”, informou.

Da Redação

Dê sua opinião: