João Madison diz que houve 'bom senso' nas medidas restritivas do governo

Deputado concorda com as medidas restritivas
Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Telegram

João Madison, deputado estadual

João Madison, deputado estadual Foto: Divulgação

O deputado estadual João Madison (MDB) afirmou nesta quinta-feira (25) que o bom senso prevaleceu na adoção das medidas de enfrentamento á Covid-19, citando o toque de recolher e o 'lockdown' parcial,  com e o fechamento de algumas atividades econômicas durante os finais de semana.

“Aprovo a decisão de não fechar integralmente o comércio. As pessoas estão passando necessidades, nós já tivemos há alguns meses esse mesmo problema. Agora não dá mais. Não temos auxílio emergencial, as pessoas precisam sair para vender seus espetinhos, vender seus salgadinhos, para poder ganhar algum dinheiro, para voltar para casa e comprar os alimentos para a sua família, para dar comida aos filhos”, afirmou.

João Madison parabenizou o governador Wellington Dias, o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, e o secretário de Finanças, vice-prefeito Robert Rios, pela decisão de não fechar integralmente a economia da capital. E afirmou que a cidade responde por cerca de 60% das finanças do Estado, com mais de 500 empresas no setor de gastronomia e entretenimento.

Mádison citou ainda que Teresina responde pela maioria das internações dos casos de Covid do Piauí.

“Para se ter uma ideia, cerca de 75% dos ocupantes das UTIS’s na capital são de pacientes do interior e de outros estados. E nós temos que recebê-los e tratar. Além do mais, se a economia de Teresina parar será um desastre para o Estado”, encerrou.

Fonte: Ascom

Dê sua opinião: